Quando comecei a viajar meu pai me questionou do que eu estava fugindo. Minha mãe sempre quer saber quando irei sossegar e me juntar ao “mundo real”. Algumas semanas atrás, um amigo comentou que eu devia parar de fugir e começar a viver a vida. E nos últimos dias também me deparei com um blog chamado “Minha mãe diz que estou fugindo.”

Eu não entendo o por que, mas existe essa ideia de que se alguém costuma viajar durante longos tempos e não está interessado em se estabelecer ou conseguir um emprego convencional deve estar fugindo de algo.

Eles estão apenas tentando “fugir da vida”.

A opinião geral é de que viajar é uma coisa que todos deveriam fazer – como fazer um intercâmbio quando temos 20 anos e durante curtas férias são aceitáveis. Mas para aqueles que como nós procuram levar o estilo de vida de viajante e até nômade digital, ou que demoram um pouco mais antes de se estabelecer em uma rotina normal igual a grande maioria das pessoas, são acusados de estar fugindo de algo.

Sim, viajar é permitido – mas não por muito tempo.

Nós, nômades digitais devemos ser terríveis, temos uma vida miserável, somos loucos e estranhos, ou sofremos algum trauma em nossas vidas do qual estamos tentando fugir. As pessoas simplesmente assumem que estamos fugindo de nossos problemas; que somos com crianças e estamos evitando crescer e encarar a vida adulta e o mercado de trabalho, estamos fugindo do “mundo real.

E para todas as pessoas que dizem isso, eu respondo – você está certo.

Vida Aventureiro Viajante

Completamente certo.

Eu estou fugindo e tenho fugido desde a primeira vez que coloquei meu mochilão nas costas.

Estou fugindo da sua ideia de “mundo real”.

Estou evitando a sua vida.

E, em vez disso, estou correndo em direção a tudo – ao mundo, lugares exóticos, novas pessoas, diferentes culturas, e minha própria ideia de liberdade.

Embora possam haver exceções (como há em tudo), a maioria das pessoas que se tornam “vagabundos”, nômades, andarilhos, viajantes ou seja lá como você prefira chamar, fazem isso porque querem experienciar o mundo, e não fugir dos problemas. Nós estamos fugindo da vida de escritórios, transito diário e de aproveitar apenas os finais de semana. Estamos fugindo da monotonia, do consumismo desenfreado e correndo em direção a tudo o que o mundo tem para nos oferecer. Nós queremos vivenciar todas as culturas, ver todas as montanha, comer alimentos estranhos, participar de festivais loucos, conhecer novas pessoas, e desfrutar de todos os cantos do mundo.

A vida é curta, e nós só a vivemos uma vez. Eu quero sempre olhar para trás e contar histórias, dizendo as coisas malucas que fiz, e não dizendo (e me arrependendo) de ter passado minha vida dentro do escritório lendo blogs de viagens como este, mas continuar viajando sempre para os mesmos lugares e não ter tido coragem de abdicar da “vida real” para ir em busca desse meu sonho.

Nômade Digital Trabalho Viagem

Sonhador? Utópico? Será mesmo…

Nessa “vida real” a vida é um tanto quanto linear e nem pense em tirar um pé dessa linha. Você vai à escola, faz uma faculdade, trabalha para ser promovido, se casa, compra uma casa e tem seus 2.5 filhos. A sociedade os coloca dentro de uma caixa e restringe seus movimentos para estar de acordo com suas expectativas. É como a matrix. E qualquer desvio é considerado anormal ou estranho.

Não há nada de errado em ter uma rotina ou comprar uma casa – a maioria dos meus amigos são felizes assim. Mas o problema é a forma como esse estilo de vida é colocado pela sociedade como se apenas dessa forma você poderá ter uma vida normal e ser aceito socialmente. E bem, eu não quero ser normal.

Eu sinto como se a razão para as pessoas dizerem que estamos fugindo é pelo fato de não conseguirem entender que existe e é possível viver fora das normas. Eles ficam simplesmente fascinados pelo estilo de vida que levamos, mas dificilmente entenderão sua essência ou mesmo terão coragem para se desprenderem dos moldes da sociedade. Até por que, como seus amigos e familiares o verão caso ele “fuja” assim? Para muitos, o fato de quebrarmos todas as convenções da sociedade é simplesmente porque tem alguma coisa de errado com a gente. Que outra explicação teria? E acredite, após nos questionarem do que estamos fugindo, eles irão nos indicar para entrarmos em contato com psicólogos ou até mesmo fazermos terapia para “resolvermos” esse nosso “problema”.

Anos atrás, no auge do boom econômico, um livro chamado “O Segredo” foi lançado. De acordo com “O Segredo”, se você desejar e querer muito uma coisa, você irá atraí-la e a conseguirá. Mas o verdadeiro segredo da vida é que você consegue o que quer quando você faz o que quer.

Nômades Digitais Vida

A vida é o que você faz ela ser. A vida é sua para ser criada por você.

Estamos todos acorrentados pelos encargos que colocamos sobre nós mesmo, sejam elas contas, tarefas, ou, como eu, prazos para novos posts aqui no blog. Se você realmente quer alguma coisa, você tem que ir atrás dela.

Os nômades digitais e as pessoas que viajam o mundo não estão fugindo da vida. Exatamente o oposto. Aqueles que quebram os moldes da sociedade, conhecem novas culturas, e vivem em seus próprios termos estão correndo em direção a verdadeira vida, na minha opinião. Temos um grau de liberdade que muitas pessoas nunca experimentarão. Mas essa é uma liberdade que escolhemos ter. Temos que ser o capitão do nosso navio, da nossa vida e também temos de abrir mão de muitos confortos e também nos sacrificarmos em busca desse estilo de vida.

Olhamos em volta e dissemos, “Eu quero algo diferente.” Essa foi a liberdade e a atitude que vi em viajantes anos atrás e que me inspiraram a fazer o que estou fazendo agora. Eu os vi arriscarem e se desprenderem dos moldes normais e pensei comigo mesmo: “Por que não eu também?”

Eu não estou fugindo.

Estou correndo em direção ao mundo e a minha ideia de vida.

E olhar para trás não está em meus planos.

* texto livremente traduzido e adaptado do site de viagens Nomadic Matt. O artigo original foi escrito por Matt.

 

instagram viagem surf skate
Caso você queira saber mais e ficar atualizado sobre o Vida Outside siga o Instagram @thmancini e se cadastre no campo abaixo.

Você receberá dois emails mensais contendo os melhores textos, vídeos e novidades da semana sobre aventuras, surf, skate, esportes radicais e viagens.

(sua privacidade é garantida e livre de spam)



Comentários

comments