Páscoa, visitar a família no interior, um dos únicos feriados durante a semana do ano, a volta não poderia ser diferente: transito. Mas a natureza mostrou que é mais bela e atraente do que tudo e nos presenteou com um maravilhosa paisagem. Só me restou apreciar mais um belo e único pôr do sol refletido pelo carro. As diferentes tonalidades e intensidades de cores e de vida. Esquecer dos problemas, do transito e deixar o pensamento viajar. Contemplar a natureza. Agradecer à vida, aplaudir o pôr do sol.

Aplaudir o pôr do sol? Já vi esta contemplação ao “astro rei” diversas vezes no verão. Todos param o que estão fazendo, vão sentir a areia, o mar e contemplar o espetáculo gratuito que é o pôr do sol e, quando ele some, todos o aplaudem como forma de agradecimento. Curioso em saber quantas pessoas tem este costume, fui pesquisar a respeito e descobri que o ato de aplaudir o sol é uma tradição, principalmente, no Rio de Janeiro, mais precisamente no Arpoador.

Durante minha pesquisa encontrei algumas colocações não muito agradáveis. Alguns dizendo que isso era coisa de hippie, de quem não tem o que fazer, de carioca. Logo me lembrei de um texto que falava algo parecido com: “…começaram a aparecer na tela imagens lindas da natureza e do pôr do sol e ninguém parecia se importar, nem sequer notar, estavam todos fixados naquela telinha pequena do computador e do celular. Me deu vontade de levantar e aplaudir aquelas lindas imagens, mas percebi que não valeria a pena, aquelas pessoas jamais entenderiam…”. Acredito que algumas coisas não podem e nem devem ser estereotipadas, como se fossem limitadas, e aplaudir o pôr do sol é uma destas.

Imagino que quem não tenha o habito, ou nunca imaginou uma cena destas, deva ficar com vontade de enfiar a cabeça entre as pernas pensando no que estes “loucos” estão fazendo. Mas não tenha vergonha, levante e aplauda junto. Te garanto que você não será visto como estranho e nem estereotipado no meio de todos estes “loucos” (leia: “Loucos para Viver“).

Se mesmo assim, você se sentir incomodado ou o ato de aplaudir o sol não combine com você e seus pensamentos. Pelo menos pare para contemplar este espetáculo. Observe tudo o que esta acontecendo neste momento um tanto quanto místico e agradeça  mesmo que silenciosamente. Aproveite este momento de paz e reflexão. O ato de bater palma vai de cada pessoa, mas o ato de contemplar inteiramente e agradecer, da sua própria forma, a natureza e a vida por este espetáculo, deve ser uma atitude de todos.

Tire um tempo para ver a vida. Olhar ao redor. Nem tudo é perfeito, mas perceba que cada coisa, cada paisagem, cada pessoa e cada momento possui sua própria singularidade. Veja, note e sinta essa singularidade. Contemple a vida, agradeça-a e, então, se sentir vontade, aplauda.

viver vida aventura

* Sempre que tiver a oportunidade, aproveite também para ver o nascer do sol. Seja depois daquela noitada ou até mesmo para pegar as primeiras ondas do dia, este é mais um espetáculo da natureza a ser contemplado.

* Nunca fui ao Arpoador, mas acredito que seja um pôr do sol realmente único e um lugar bastante inspirador. Um programa para se fazer em breve.

 

instagram viagem surf skate
Caso você queira saber mais e ficar atualizado sobre o Vida Outside siga o Instagram @thmancini e se cadastre no campo abaixo.

Você receberá dois emails mensais contendo os melhores textos, vídeos e novidades da semana sobre aventuras, surf, skate, esportes radicais e viagens.

(sua privacidade é garantida e livre de spam)



Comentários

comments